Celebrando “bodas de aposentadoria”

Data: 14/11/2019

Se aos 20 anos de casados comemoramos bodas de porcelana, podemos comemorar 20 anos de aposentadoria também, não é mesmo? Pois é o que a Dilma Maria dos Santos está fazendo. Em 2019 ela celebra todos esses anos com muitas lembranças boas do tempo que trabalhou na Copel. Foram mais de 30 anos dedicados à empresa com uma trajetória impecável.

Dilma iniciou seus trabalhos na Copel aos 18 anos como recepcionista e desde então aceitou diversos desafios. Atuou na área administrativa, foi responsável pelo Museu da Energia da Copel, deu aulas de etiqueta para as novas recepcionistas da empresa na época e, entre outros cargos que ocupou ao longo dos anos, chegou à assessoria de Relações Institucionais da Presidência. 

Formada em Letras, com Especialização em Antropologia Social, participou de projetos culturais e representou a Copel em diversos eventos, palestras e ações.

Hoje, aos 71 anos, Dilma desfruta da sua aposentadoria em casa, com seu gatinho de estimação. Relembra com muito carinho todas as oportunidades que teve, pois soube aproveitar todas elas da melhor maneira.

Sobre a Fundação Copel, ela é só elogios: “Sou muito grata a tudo que a Fundação faz por mim até hoje. Construí minha vida toda na Copel e o apoio que recebo principalmente do Projeto CuiDar, por conta do meu diabetes, é fundamental para minha saúde”.

Para 2020, mais projetos estão programados. “Além de viajar, quero continuar fazendo hidroginástica, que é meu hobby. Quero também reviver algo que marcou minha infância. As aulas de piano que eu fiz dos 5 aos 12 anos quando estudava em um colégio de freiras”.

Vida longa à Dona Dilma. E que venham ainda muitas histórias inspiradoras para serem contadas.

Acesse os principais serviços da Fundação Copel